A polêmica da Hermès e seus crocodilos

Está rolando um babado dos grandes no mundo da moda envolvendo uma das maiores grifes francesas, Hermès, e a produção de suas famosas bolsas de pele de crocodilo. Tudo começou quando um documentário de quase 7 minutos vazou na internet, acusando a maison de crueldade com animais e mostrando cenas absolutamente chocantes (algumas até “inassistíveis”) de matança de crocodilos para produção da Birkin e da Kelly, dois dos modelos de bolsa mais famosos da loja. Eu não vou publicar o vídeo aqui no blog porque eu chorei assistindo e não quero compartilhar esse tipo de coisa na página, mas quem tiver curiosidade, pode acessar esse link aqui.

birkin-bags

Birkin Bags: modelos à partir de US$ 12.000,00

O burburinho e acusações em cima da marca foram crescendo à medida que o alcance do vídeo foi aumentando e o caso estourou hoje quando a atriz Jane Birkin pediu à Hermès que retirasse seu nome que batiza uma das bolsas desde 1984. Jane também pediu que fossem feitas mudanças na forma de tratamento aos crocodilos.

Jane Birkin com sua Birkin Hermès

Jane Birkin com sua Birkin Hermès

Em resposta, a Hermès soltou duas notas oficiais, que estão disponíveis no site e traduzidas livremente por mim, na íntegra, no final desse post. Nesses comunicados, a empresa afirma estar ciente e chocada com as imagens divulgadas e respeita o posicionamento de Jane Birkin. Alegam que uma investigação está em andamento na fazenda do Texas mostrada no vídeo e negam qualquer envolvimento com esse local. Eles ressaltam que seus fornecedores devem seguir altos padrões éticos e que as práticas com os animais estão em conformidade com normas de abate e com as regras estabelecidas pela ONU, que define a proteção de espécies ameaçadas de extinção.

Kelly Bag

Kelly Bag

Há dois anos atrás a marca já estava envolvida em um outro escândalo envolvendo esse material, com a produção de uma camisa masculina que custava mais de R$ 180 mil, lembram que eu falei sobre isso nesse post? Pois então, não é novidade nenhuma que os destaques da grife francesa são mesmo as peças com couro de crocodilo, incluindo alguns modelos de suas bolsas, que podem custar o mesmo preço da camisa ou até mais. Objeto de desejo para uns e de repulsa para outros, ressalto que a Birkin e a Kelly também são fabricadas com outros materiais que não o couro de crocodilo. Ainda assim, o uso da pele desses animais continua na história e na tradição da maison, que agora vai precisar se explicar sobre os procedimentos utilizados para obtenção do couro.

Birkin Bag

Birkin Bag

Todo esse bafafá traz a velha discussão sobre o abuso e maus tratos a animais em nome da moda ou da beleza, no caso de testes para cosméticos. É um assunto muito delicado e é muito difícil ter controle sobre a produção de tudo que compramos e usamos, mas deixo aqui mais um alerta de conscientização em relação ao que consumimos. Estou de longe de ser um modelo para ser seguido, pois como carne, uso sapatos de couro (de vaca) e não vivo sem maquiagem. Queria eu conseguir ser mais radical e me adaptar de forma a não precisar utilizar nada disso, além de ter acesso e controle sobre cada empresa envolvida em cada produto. Mas ainda assim, sigo alguns princípios que não abro mão e acho que é o primeiro passo para a mudança, como não usar pelo ou peles verdadeiras, ou comer certos tipos de alimentos, como o foie gras, por exemplo.

Espero que, apesar de chocante, o caso também toque um pouco o coração de vocês e ajude a sensibilizar em relação à proteção dos animais. A partir de agora pretendo acompanhar o caso de perto e qualquer novidade notifico vocês.

Continuar a ler

O novo design do All Star

Sim, você não leu errado. Após 98 anos com o mesmo design, o tênis queridinho de todo mundo que resistiu por quase um século no mundo fashion, vai ter seu design renovado pela Nike – para quem não sabe, a empresa comprou a Converse em 2003.

converse-all-star converse-all-star-1

O tradicional sapato de lona com sola de borracha não vai sofrer mudanças muito significativas por fora, mas por dentro a estrutura vai ficar mais confortável, se ajustando à anatomia dos pés e sanando um dos problemas que sempre foi alvo de críticas pelos usuários. Além disso, os novos modelos terão um forro de camurça perfurado que auxilia na respiração, contribuindo para a diminuição de suor e odores indesejados, além de uma lingueta mais firme e menos escorregadia.

converse-all-star-2 converse-all-star-3

O novo modelo recebe o nome de The Chuck Taylor – All Star II e estará à venda nos Estados Unidos a partir do dia 28 de julho. Pelo que parece, os preços terão um acréscimo de 15 dólares em relação ao valor original. Só resta saber quando vai chegar aqui no Brasil e qual será o acréscimo, já que a gente sabe que imposto sobre produtos internacionais não são nada baixos por aqui…

converse-all-star-4

E aí, gostaram das novidades? Eu que amo um All Star já estou de olho no meu 🙂

Fonte: Fatos Desconhecidos

As plataformas argentinas

Se teve uma coisa que me chamou a atenção em Buenos Aires, além da cidade linda, é claro, foram os sapatos usados pelas argentinas. Enquanto aqui no Brasil o estilo varia muito com o dia a dia, o local de trabalho e a personalidade de cada mulher, lá na capital argentina o que dominam as ruas são as plataformas.

?

Talvez pelo clima mais frio, a grande maioria opta por botas, sejam de cano curto, médio ou longo. Só que ao contrário das botas convencionais que estamos acostumadas a ver, 90% dos modelos tem uma plataforma bem grossa (aproximadamente uns 5cm, no mínimo) que acompanha todo o solado. Acreditem se quiser, elas ficam em cima de plataformas altíssimas durante um dia inteiro, o que me faz concluir que pelo fato do pé ficar mais reto do que nos saltos comuns, elas são mais confortáveis. Mesma ideia de uma sandália anabela, não é mesmo?

?

Seria, se elas não exagerassem na dose, como por exemplo na bota no centro da foto abaixo! SIM, há quem use uma plataforma desse tamanho e se equilibre melhor que a Gisele Bündchen rsrs. E a mania não para nas botinhas… muitos tênis e sandálias também vem com a plataforma que, em maioria, são inteiriças. E o mais engraçado é que elas são magrinhas, de pernas finas, então o sapatão parece ficar meio desproporcional, sabe? haha mas quem somos nós para julgar a cultura do outro, certo? 😉

?

E aí, o que vocês acham dessa moda? Será que chega aqui no Brasil? 😛

Homem de salto: será que aguenta?

Eu vi esse post no Starving e tive que replicá-lo aqui no blog pois, além de ser um experimento bem bacana e divertido, é assunto que eu já queria discutir com vocês.

O protagonista do case é Brandon Cohen, um cara que estava cansado de ouvir mulheres se queixando de dores nos pés em função dos saltos e, por isso, decidiu se colocar à prova e passar um dia inteiro com sandálias de salto para ver se era frescura ou, de fato, esses queridinhos incomodavam.

29EFF37300000578-3137993-image-m-50_1435172897897e69585b0-1b5f-11e5-ac42-176513596376_Screen-Shot-2015-06-25-at-1-28-49-PM-copy

Convenhamos que o modelo escolhido não é adequado, muito menos para um rapaz que vai estrear na arte de desfilar de salto alto por aí. Sandálias de festa são de longe as mais desconfortáveis por serem muito finas, com saltos finos e tiras também finas. Obviamente nenhuma mulher com bom senso passaria um dia inteiro em cima delas. Mas, quem tá na chuva é para se molhar, né Brandon? E não é que ele passou um dia inteiro com essas belezuras?

O vídeo está em inglês, mas acredito que dá para acompanhar. Logo nos primeiros minutos ele já reclama de dor. É cômico ver a falta de equilíbrio e dificuldade para andar, além de entender as piadinhas que os outros fazem ao ver um homem com um sapato desses. No final, ele comprovou o sacrifício que é ficar nas alturas e até desistiu de sair à noite para deixar os pés de molho em casa rs.

Brincadeiras à parte, sabemos que o salto faz parte do universo feminino e não há nada mais elegante do que uma mulher em cima deles. Alonga a silhueta, ajuda na postura, deixa tudo mais lindo e sensual. O problema é que realmente é um sofrimento para muita gente, que acaba com os pés doloridos e cheios de calos, isso quando as sandálias não machucam tanto que chegam a ferir.

E eu andei pensando muito sobre isso quando estava fazendo uma limpeza no meu armário e vi que vários sapatos de salto estavam literalmente abandonados. Deixei de usá-los porque me machucavam muito e eu não conseguia ficar muito tempo com eles nos pés. Na verdade, cheguei à conclusão que para subir no salto ele TEM que ser confortável, ao invés de pensar quanto tempo eu vou ficar em pé ou sentada em uma festa. Não tem Louboutin que vai me fazer sofrer em cima da perfeição nem dress code que vai me obrigar a morrer de dor.

Eu amo sapatos baixos e botinhas, todo mundo sabe. Mas também sei que o salto tem sua hora e lugar. Às vezes é necessário. Às vezes simplesmente dá vontade de usar. Mas nessas horas, optem por sapatos amigos dos seus pés. Não justifica usar calçados que apertam ou machucam em nome da beleza ou da elegância. Chique mesmo é estar bem com você. Seus pés agradecem 😉

ferias blog

Inspiração: Looks com ‘strappy bra’

Já falamos muito nos últimos dias de strappy bra, esse sutiã cheio de alças e tiras além do tradicional, que são feitos especialmente para usar por baixo de regatinhas largas, roupas cavadas ou com decotes. A tendência, que pegou de vez no exterior, chegou com tudo no Brasil e tem dominado a mulherada. Não é atoa! Deixar uma parte da lingerie aparecendo, sem mostrar demais, é sexy e despojado na medida certa.

strappy-bra-capa

Os modelos mais comuns são mais esportivos e vem lisos em uma cor só ou com estampas femininas. Porém, as peças mais elaboradas que combinam o tecido com outros mais nobres, como a renda, tem chamado atenção e pode ser usado inclusive durante a noite. O bacana é que a grande maioria deles tem uma alça adicional que ajuda a modelas e aumentar os seios, dando um destaque para o colo. Para ajudar a galerinha adepta do strappy bra a se inspirar, olha só essa seleção de fotos lindas que eu fiz para vocês:

look-strappy-bra-8 look-strappy-bra-3look-strappy-bra-6 look-strappy-bralook-strappy-bra-5 look-strappy-bra-1look-strappy-bra-4look-strappy-bra-2

Confesso que acho uma das tendências mais charmosas dos últimos tempos. Vocês gostam?

ferias blog

Looks femininos com botinha Timberland (ou semelhantes)

Procurei na internet o nome certo dessa botinha tipo coturno, mas que é acolchoada por dentro e com couro mais grosso por fora, e tudo que encontrei pelos blogs afora foi “botinha estilo Timberland”. Então até que eu encontre o nome certo (ou alguém me conte aqui nos comentários), é assim que ela vai ser chamada por aqui haha. Na verdade a bota oficial é, de fato, da Timberland. Mas como existem modelos inspirados de outras brands, não queria classificá-la pela marca.

bota-timberland-1

Anyway, me impressiona como a moda é incrível e algo que jamais imaginamos vira febre de uma hora pra outra. Lembro de ver meninas de cursos como engenharia ou geologia reclamando dos looks com essas botas pesadas (na aparência, porque na forma tem muitas levíssimas por aí), que deixavam tudo meio masculino e sem graça. Não que as peças masculinas não sejam utilizadas no armário feminino constantemente, mas realmente essa botinha só tinha dois objetivos para as mulheres: viagens para lugares que demandavam sapatos confortáveis e impermeáveis, ou trabalho em obras, terra, lama e outros terrenos complicados.

bota-timberland-11

E não é que agora ela conquistou de vez a mulherada, que aparece desfilando cheia de pompa com looks super bacanas? Acredito que uma das primeiras celebs a investir na bota foi dona Rihanna. A Khloe Kardashian também já foi flagrada usando uma por aí. E de repente, pegou! Olha só o monte de inspiração:

bota-timberland bota-timberland-2 bota-timberland-3 bota-timberland-4 bota-timberland-5 bota-timberland-6 bota-timberland-7 bota-timberland-9

E vocês? O que acham dessa botinha?

ferias blog

Update! Recebi um e-mail da Black Boots falando um pouco mais sobre essa botinha e resolvi compartilhar mais informações por aqui. Segundo a galera da loja, a bota foi desenvolvida para lenhadores nos Estados Unidos na década de 70. A original, da Timberland, é 100% impermeável, com couro nobuck hidrofugado, e tem um nível de durabilidade altíssimo, já que precisava aguentar os trabalhos pesados. Devido à resistência, leva um tempo para amaciar essa bota, mas depois é garantia de segurança e conforto por onde andar! Se sujar, basta um jato de água que deve ser jogado somente por fora e depois deixá-la secar na sombra. Ah, e eu descobri também que apesar das variações de cores da bota, o nome original do modelo da Timberland é Yellow Boot 🙂

Fresh Woman Janiero: “para almas coloridas e livres”

Quando a tendência é bacana, a gente tem prazer em divulgar. Muitas meninas estavam me perguntando onde encontrar strappy bra, aqueles sutiãs cheios de tiras que ficam à mostra com camisas e t-shirts, deixando qualquer look bem mais charmoso e sensual.

Janiero_Fresh Woman (4)

Na semana passada eu comentei aqui sobre uma coleção da Intima Passion que tinha peças desse tipo e hoje eu falo da coleção Fresh Woman, da Janiero, que é basicamente toda inspirada nessa tendência, misturando rendas francesas com cetins brilhantes pretos, que ganham pontos de luz com mesclas rosa e cinza. Essas cores também aparecem em sobreposições feitas em renda, que criam grafismos na mistura de recorte e multi-alças que ajudam a desenhar o corpo.

Janiero_Fresh Woman (1) Janiero_Fresh Woman (2)

Com peças a partir de R$69,00, Thaíse, proprietária da marca, define em uma simples frase essa nova coleção: “Feita para almas coloridas e livres”. Concordam? 😉

Fotos: Fernando Mazza | Modelo: Bárbara Cavazotti

ferias blog

Intima Passion combina luxo e modernidade na nova coleção

A Intima Passion lançou três linhas no Salão de Moda Brasil, que rolou lá em São Paulo entre os dias 21 e 23 de junho. Uma delas, em especial, chama a atenção pela riqueza de detalhes combinados com um toque de modernidade das peças, que foram inspiradas em tendências fortes da estação.

intimo luxo 6

A coleção Intima Luxo conta com sutiãs, calcinhas, bodies e corpetes que já foram pensados para entrarem no jogo de “mostra-esconde”, uma trend quentíssima no mundo das underwear, que foi a inspiração dessa produção e já conquistou muita gente por aí. A ideia aqui não é fazer da lingerie a protagonista do look, mas usá-la como um componente que dá graça e sensualidade na medida certa. Por isso, as peças foram planejadas para serem usadas com cavas e decotes, por baixo de camisas e t-shirts.

intimo luxo 1 intimo luxo 3 intimo luxo 5 intimo luxo

Os sutiãs aparecem com detalhes vazados (também conhecidos como “strappy bra”) e as rendas criam sofisticadas sobreposições. Alguns deles, em tamanho maiores, podem ser usados como croppeds se forem conjugados com casacos e blazers. A proposta é deixar apenas uma parte da peça à mostra, cobrindo o restante com uma terceira peça. Já os bodies ganham maior visibilidade como parte do vestuário outwear, podendo ser combinado com calças, saias e shorts. Nesse post aqui tem várias inspirações de looks com peças semelhantes.

As meninas que me perguntaram onde podem encontrar esse tipo de sutiã em outros posts sobre lingeries, agora basta clicar aqui 😉

Boulevard Fashion Design abre inscrições em BH

Os leitores mais antigos lembram que comentei no ano passado sobre o Boulevard Fashion Design, um concurso super bacana promovido pelo Boulevard Shopping, que tem como objetivo revelar novos profissionais no mundo da moda. E agora o mall receberá a terceira edição do evento, que está com inscrições abertas.

O tema escolhido para 2015 demanda coleções inspiradas no “Futurismo”. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 16 de agosto no SAC do Boulevard Shopping, localizado no 2º piso, durante o horário de funcionamento. A etapa final acontece na Praça de Eventos do shopping, no dia 26 de setembro, com um desfile especial, onde serão selecionados os três vencedores, que receberão até R$ 5.000 em prêmios.

boulevard-fashion-design

As inscrições podem ser feitas individualmente, em dupla ou em trio e os candidatos devem ter mais de 18 anos. Podem participar profissionais do universo fashion, jovens estilistas, estudantes de Moda, estudantes de Belas Artes que ainda não tiveram uma coleção assinada para imprensa especializada, interessados na área e público em geral. Os vencedores da edição 2014 (primeiro, segundo e terceiro lugares) não poderão participar este ano.

Na primeira etapa, os candidatos precisam apresentar seis croquis com ficha técnica e release sobre a coleção, que deve ser inédita. Na segunda fase, um juri especializado selecionará os dez finalistas, que deverão criar três looks para apresentar ao público. A etapa final conta com um desfile onde serão selecionados os três vencedores do concurso. Organizado pela consultora de moda Zoka Vassalo, os critérios de avaliação serão qualidade das ideias, desenvolvimento temático e produto final.

É uma ótima oportunidade para quem quer deslanchar no mundo fashion 😉

Foto: Mateus Baranowski | Dica da Assessoria: Doizum Comunicação

Decathlon: a nova loja esportiva de BH

No finalzinho de março inaugurou aqui em BH uma unidade da Decathlon, uma loja de roupas e materiais esportivos que já é conhecida no mercado nacional e internacional. Eu estava bem curiosa para conhecer, pois além de precisar de alguns itens para a próxima viagem, a propaganda que promove uma loja com mais de 55 modalidades esportivas é, no mínimo, atrativa.

decathlon

Pois bem, a loja de BH fica no Centerminas, que ainda está em construção. Talvez por esse motivo o acesso ainda seja confuso e a loja pareça perdida num estacionamento gigantesco. Mas a estrutura interior é bem bacana. São vários corredores divididos de acordo com o esporte e o sexo (feminino ou masculino), o que facilita demais na hora de encontrar as peças que você procura. Todos os itens possuem etiquetas com símbolos que indicam se é feminino ou masculino, além dos tamanhos – que muitas vezes aparecem com marcação internacional (S, M, L, XL).

decatlhon2-660x330

E tem de TUDO, gente. Desde roupas básicas para academia, até kits completos para esportes radicais como ski e snowboard, esportes aquáticos, ciclismo, golf, tênis, equitação, pesca, acampamento… Enfim, tem bastante coisa para quem procura roupas e acessórios esportivos. A Decathlon trabalha com 20 marcas exclusivas que recheiam a grande parte das prateleiras, além de algumas marcas famosas como Timberland.

decathlon-bh-1

O grande diferencial para as outras lojas é o preço. Realmente algumas linhas tem valores significativamente menores comparados com as concorrentes, mas devo alertar que meu foco durante minha visita foram as roupas de neve e snowboard, então não tenho muito parâmetro sobre todos os esportes. Dei uma olhada bem geral a nível de conhecimento… E claro, como em qualquer lugar, se a qualidade do produto é melhor, o preço também sobe um pouquinho rs.

decathlon-bh

Vale dizer que só vi dois provadores que parecem banheiros químicos espalhados pela loja. São duas casinhas de madeira com um espelho que ficam bem no meio de um dos corredores. Achei bem estranho e desconfortável para experimentar algumas peças. OK que algumas coisas não precisam ser vestidas, outras (como casacos) da para vestir por cima e conferir em algum dos espelhos espalhados pela loja… mas convenhamos que um bom provador faz diferença, né?!

Anyway, no geral é bem válida uma visita especialmente para quem quer investir em uma boa quantidade de materiais esportivos de uma vez. Alguém já conhecia?