De volta ao começo

Foi sem querer, mas começamos com uma sobremesa (O meu tempero), passamos ao prato principal (Cadê a Abóbora) e agora, voltamos ao começo, ou melhor, chegamos à entrada. Para compensar a desordem e, já pensando nas festinhas de fim de ano, resolvi postar uma entradinha que fará sucesso entre os amigos, ocultos ou não. Sem muito blábláblá, sem dicas ao contrário, simples e direto: meu amigo oculto é… ops! Minha receita do dia é:

Bruschetta de Relish de Cebola com Creme de Queijo (12 pessoas)
por Confraria Adore www.adoreespacogastronomico.com.br

Ingredientes:
2 baguetes francesas ou italianas cortadas em fatias (sugiro um corte em diagonal)
8 cebolas roxas cortadas em julienne*
4 gemas de ovo
400g de creme de leite
150g de queijo canastra ralado
1 ramo de alecrim
1 ramo de tomilho
20g de manteiga
40g de açúcar mascavo
100ml de vinagre balsâmico
2 pimentas dedo de moça
azeite
sal e pimenta a gosto

bruschetta-de-relish-de-cebola

CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR!

Modo de preparo:
Regue as fatias com azeite e tempere com sal e pimenta. Leve ao forno pré-aquecido a 300 graus por 3 minutos. Retire e reserve. Em uma frigideira quente, refogue a cebola e as ervas em azeite por 20 minutos em fogo baixo. Junte o açúcar mascavo, o vinagre balsâmico e as pimentas, e deixe reduzir à consistência de chutney. Tempere com sal e pimenta a gosto e reserve. Misture o creme de leite, o queijo, as gemas, sal e pimenta. Reserve. Sobre as fatias de pão, distribua o chutney** de cebolas e, por cima, o creme de queijo . Leve ao forno para gratinar.

*Julienne ou Juliana – Corte, geralmente de legumes, em tiras finas e compridas (Não é porque leva o meu nome, mas é o meu preferido!)

**Chutney – conserva condimentada, de origem indiana (chatni), feita de uma ou mais frutas ou legumes misturados com vinagre, açúcar, gengibre, canela, cravo, cúrcuma, mostarda em grãos. Esses ingredientes são cozidos lentamente até tomarem ponto de uma geleia mole. Deve haver equilíbrio entre o doce e o ácido. Os elementos doce e ácido são importantes, pois ambos atuam como conservantes, em conjunto ou isolamento. O chutney deve ser guardado em vidros esterelizados, com tampa revestida de plástico, com total vedação. Seu prazo médio de duração é de 12 meses. Os mais comuns são os de manga, tomates, maçãs, abacaxi, pimentões e cebola.
por Ligia Campos

Uma dica importante para quem nunca usou o vinagre balsâmico: o cheiro nem sempre é agradável a todos, apesar do sabor indiscutível, e por isso sugiro que o chutney seja preparado antes dos convidados chegarem. Outra dica super válida é para aqueles que não gostam de cebola ou querem outras opções de sabores. Uma variação super fácil e com resultado igualmente gostoso, leva tomates italianos. Para essa versão da receita siga o mesmo procedimento com as baguetes e com o creme de queijo. Retire as sementes dos tomates, pique-os em cubinhos e tempere com azeite, sal e pimenta do reino a gosto. Vale incrementar a receita com manjericão, azeitonas pretas bem picadinhas… o que for agradável a seu paladar. Misture tudo em um recipiente para que todos os cubos peguem um pouco deste tempero. Sobre as fatias da baguete, distribua um pouco do creme de queijo e a mistura com os tomates. Seja generoso! Leve ao forno e sirva bem quentinho. Use uma folhinha de manjericão para decorar. Fica super charmoso!

Existe presente melhor do que deixar seus amigos felizes e orgulhos de você?!

Anúncios

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s