Sis Entrevista: Eduardo Corassa

Oi pessoas!

Estou de férias, mas deixei alguns posts programados para vocês, em especial essa entrevista com o Eduardo, meu querido amigo, que tenho certeza que vocês vão gostar. Vamos falar sobre saúde!! O Dudu é escritor, se alimenta apenas de alimentos crus e naturais, formado em letras e está finalizando o curso de nutrição. Dá palestras e cursos de culinária e tenho certeza que a entrevista dele será um grande impulso para melhorarmos a nossa alimentação no dia a dia.

1) Dudu, eu já te conheço, sei da sua historia e do seu estilo de vida em relação a alimentação, mas conta, por favor, para os nossos leitores, como era o Dudu, ou melhor, a alimentação do Dudu há 7 anos.

Bom, através da minha vida, fui uma criança bem chata para comer, seguindo para um adulto “enjoado”. Ou evitava comer, ou comia muita besteira. Nada saudável, como frutas e vegetais crus, uma salada, ou legumes no vapor, ou até mesmo vegetais cozidos eu não comia. Aos 17 anos, ao virar um jogador profissional de um jogo de computador e começar a ser pago para viajar o mundo e competir, o que já era ruim piorou ainda mais, acabei começando a viver de fast-food e fumar e beber frequentemente. Eu era tão fresco que minha primeira salada, ou seja, a primeira folha de alface e tomate que comi na vida foi aos 20 anos e mesmo assim repleto de molhos industrializados.

2) Por que resolveu mudar a sua alimentação?

Baixa performance no meu trabalho na época, que era literalmente um “atleta cibernético” e meus problemas de saúde devido ao meu estilo de vida não saudável. Minha dieta industrializada acabou me levando a problemas de saúde sérios bem cedo na vida. Confrontando com sintomas de diabético apesar de nunca ter sido diagnosticado, para fazer duas cirurgias e com diversas outras dores e desconfortos, me motivei a buscar por mim mesmo uma forma de me curar, ao invés de esperar algum profissional da saúde me dar uma pílula milagrosa que iria reverter meus problemas de saúde, sem que eu removesse a causa (claramente, meus pobres hábitos alimentares).

Sorvete de chocolate  frugívoro feito pelo Dudu

Sorvete de chocolate frugívoro feito pelo Dudu

3) Conte para gente como foi o processo de mudança da sua alimentação e estilo de vida?

A parte da mudança do hábito foi fácil, já que frutas são super gostosas e práticas, não precisa cozinhar, é barato, fácil de carregar e te deixam magro, mesmo comendo kgs de frutas ao dia e se sentindo super bem.

4) Você procurou orientação médica no início? 

Não. Sabia que os médicos iam discordar da minha ideia de viver primariamente de frutas e vegetais crus. Portanto, busquei a literatura médica científica e busquei ler os médicos veganos atuais e os médicos higienistas. Ou seja, não me consultei com médicos brasileiros, mas li e assisti centenas de palestras de médicos e nutricionistas de ponta americanos, até mesmo dos dois cardiologistas do Bill Clinton, que são e recomendam uma dieta vegana, de alimentos integrais, com pouca gordura, basicamente como sigo. A única diferença é que eles recomendam carboidratos complexos (arroz, feijão, batata) mesmo sabendo e reconhecendo que frutas e vegetais crus são mais nutritivos.

Lasanha made by Eduardo

Lasanha made by Eduardo

5) Hoje você associa a sua alimentação saudável, o seu estilo de dieta à atividades físicas? Sente disposição para isso?

Claro. Nunca me senti tão disposto e nunca rendi tanto em termos de esporte. Aprendo mais rápido, sou mais ágil, mais disposto. Acabo o almoço e teria disposição de correr uma maratona. Muita, muito mais do que me entupindo de “proteína de alto valor biológico”, ou seja, carne e produtos animais.

Eduardo em worshop dando aula

Eduardo em worshop dando aula

6) Que diferenças notou após sua mudança na alimentação? Tanto no corpo, quanto na saúde e na vida?

Nunca mais consegui engordar, mesmo comendo kgs de comida ao dia. Nunca mais consegui ficar doente, seja qualquer tipo de sintoma que for. Minha pele é ridiculamente limpa, sedosa e brilhante, coisa que toda mulher, que às vezes nem me conhece tem que comentar e perguntar “o que você faz na sua pele”? Explico que é simplesmente mais oxigênio e sangue chegando a ela e hidratando-a.

Aprendizado mais rápido, minhas notas saíram de um garoto bem abaixo da média para notas altíssimas. Meu desempenho físico saiu de uma pessoa bem descoordenada para uma excelente coordenação motora, aprendo mais rápido os esportes também e duro muito mais, além de me recuperar mais rápido e diminuir minha propensão a lesões atléticas devido a boa nutrição.

Na saúde, praticamente reverti todos meus problemas crônicos e nem uma febre ou uma dor de garganta vivencio mais.

E na vida, tenho mais motivação, empenho, clareza mental e determinação de alcançar meus ideais. Uma paz e pureza interna. Uma conexão com a natureza, os animais e outros seres humanos elevada.

7) Qualquer pessoa pode começar a qualquer momento a seguir o seu estilo de vida?

Definitivamente. É como parar de fumar, o quanto antes melhor. Você sugere para um drogado ir lentamente largando sua droga de escolha? Ou um alcoólatra diminuir de 1 litro de bebida alcoólica para 700 ml e depois de um mês 500 e por ai vai? Algo que é tóxico, nocivo e não natural como a comida cozida nunca deveria ter entrado no corpo humano e o quanto antes parar de entrar melhor! A comida cozida é muito mais tóxica e menos nutritiva que a comida crua, entretanto, conseguimos viver de comida cozida ou com uma quantidade maior de toxinas, como qualquer alcoólatra ou consumidor de tabaco e drogas demonstra, por anos e décadas, mas apenas diminui a longevidade e qualidade de vida do organismo.

Worshop lotado

Worshop lotado

8) Hoje vemos que está na moda ser saudável. O que você acha importante como primeiro passo para uma pessoa que não se alimenta bem e é sedentário fazer?

Se educar. Na natureza, em nosso habitat natural, como demonstrado por qualquer civilização primitiva, viver saudavelmente é a norma e não a exceção. Não existe como a pessoa não se exercitar diariamente, não comer bem, não dormir cedo e não pegar sol. Portanto, na civilização moderna, como não somos naturalmente educados pelo nosso habitat e costumes de nossos parentes e povo que vivemos com, devemos obter educação científica, médica e nutricional em prol de viver de acordo com nossa disposição biológica. Ou seja, bons livros, palestras de higienistas e dos médicos veganos, te farão compreender melhor as necessidades do seu organismo e o que as civilizações mais longevas e saudáveis no mundo tem em comum, para que você possa começar a praticar e ter uma vida longa, saudável e livre de doenças.

9) Você já escreveu livros, dá entrevistas e workshops voltados para o seu estilo de vida. As pessoas realmente estão mudando os seus hábitos de alimentação?

Com certeza! Cada vez mais pessoas me procuram e essa tendência só tem a crescer, devido ao fato que cada vez mais estamos mais doentes, o que leva a mais pessoas tentarem a encontrar soluções, as causas de suas doenças. Elas percebem que se não mudarem, viverão sempre com sintomas e terão uma vida mais curta, o que motiva a qualquer um achar uma forma melhor de viver.

10) De onde veio a ideia ou vontade de escrever os livros?

Pratiquei jejuns longos em prol da saúde, pois acredito devido a literatura científica que o jejum permite o corpo a se regenerar mais rapidamente. Portanto, após meu primeiro longo de 24 dias só com água, percebi que milhares, bilhões de pessoas vão sofrer ou sofrem o que eu sofri ou até bem pior por uma simples falta de conhecimento, que seus corpos não estão doentes por acaso, mas sim devido a falta de frutas e vegetais e do “combustível ideal” que eles proporcionam, ou sejam, o banho de fitoquímicos (nutrientes das plantas) que ocorre a suas células quando você consome estes alimentos. Assim sendo, como me curei de diversos problemas de saúde e vivencio um bem estar sem igual, nunca antes sonhado, achei que era obrigação minha compartilhar, que eu estaria sendo egoísta se eu não levasse isso a público.

eduardo corassa - sistematicas -entrevista -saude 3

Um dos livros do Eduardo

Livro publicado pelo Dudu

Livro publicado pelo Dudu

11) Podemos dizer que voce é sistemático! Além da alimentação, você é sistemático com algo mais?

Tudo. Para mim é tudo ou nada! Ou eu faço realmente bem ou prefiro não fazer. Sou bem sistemático com meu trabalho, vivendo até final de semana pensando em formas de expandir o Saúde Frugal e levar a mensagem da saúde a mais pessoas, ajudar a mais pessoas a se ajudarem vivendo da forma que a natureza nos criou para viver, com uma dieta crua baseada em frutas e vegetais.

12) Para quem quiser saber mais sobre os seus livros ou adquirir um deles, sobre você, contratar para workshops, entrevistas e palestras, por favor deixe o seu contato.

Sugiro fortemente a todos os seus leitores olharem meu flickr, para ver as delícias cruas que conseguimos reproduzir apenas usando frutas, vegetais e nozes. Desde de bolo de chocolate, lasanha e brigadeiros, até crepes e macarrão cru, sem sal, sem açúcar, sem óleo, sem nada industrializado e completamente saudável, muito mais nutritivo que os usuais.

13) Uma dica saudável para todos os nossos leitores e leitoras?

Comer frutas e vegetais, dormir cedo, se exercitar, evitar gordura, principalmente saturada, sódio e outros hábitos não saudáveis não é algo radical, mas sim conservativo, já que seres humanos tem feito isso há 8 milhões de anos, há menos de 10 mil começamos a cozinhar e há menos de 100 começamos a industrializar tudo e dormir a meia noite!

Dudu, muito obrigada pela entrevista! Amamos!! Foi muito interessante e nos mostrou que podemos sim ter uma vida mais saudável mudando pequenas coisas na nossa alimentação e aproveitando os alimentos que a natureza nos fornece. Sucesso!!! Beijos

E pessoal, quem gostou, pode entrar em contato com o Eduardo pelos endereços acima e tirar dúvidas, trocar ideias, adquirir livros, consultas, e muito mais. Gostaram?

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sis Entrevista: Eduardo Corassa

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s